Educadores da Colmeia participam de formação sobre Brincadeiras da Infância

Neste último sábado (15), os educadores da Colmeia participaram do Fractal Brincadeiras da Infância, uma formação repleta de muita criatividade e diversão.

A primeira parte da formação foi ministrada pela ilustre artista plástica Ana Tatit, que apresentou uma série de brincadeiras para diferentes faixas etárias, utilizando materiais como jornal, palito de churrasco, tecidos, saco de lixo, entre outros itens de papelaria.

Segundo Viviane Thaísa, educadora da Colmeia, a experiência da formação foi incrível. “A Ana Tatit é um espírito eternamente jovem. A gente aprendeu muito sobre como é importante a brincadeira para o aprendizado da criança e para o nosso também. Produzimos até um pião com folhas de jornal e palitos, um material extremamente simples e divertido. Brinquei tanto com ele que até o levei pra casa”, afirma Viviane.

Para Camila Nascimento, também educadora da Colmeia, o momento foi maravilhoso. “A Ana Tatit mostrou que brincar com as crianças é algo que surge naturalmente. As brincadeiras são espontâneas. Com uma roda, criatividade e disposição, a brincadeira está formada. Adoramos as propostas apresentadas durante a formação e foi possível brincar muito, além de aprender também”, conta Camila.

Durante a vivência com Ana Tatit, os educadores puderam conhecer e reviver uma série de brincadeiras e brinquedos da tradição cultural brasileira e também de alguns outros países, que podem ser aplicados com crianças de diferentes faixas etárias.

“Foi uma delícia estar com esses educadores e poder compartilhar o brincar por meio de linguagens artísticas e lúdicas. Brincar, para mim, é coisa séria. As brincadeiras são muito importantes, porque a criança não está inserida no mundo sem estar brincando. É através da brincadeira que elas entendem o mundo e se expressam. E é uma maravilha poder trazer essas brincadeiras para o cotidiano escolar”, explica Ana Tatit.

Michele Souza, educadora da Colmeia, complementa: “As propostas foram incríveis, principalmente quando pensamos nas crianças menores, com idades de 2 a 4 anos. Fiquei muito feliz com o curso e agradeço por ter oportunidade de me tornar uma profissional mais qualificada, além de trabalhar o nosso desenvolvimento humano. A única coisa que ninguém tira de nós é o conhecimento, e isso não tem valor”, finaliza Michele.

Já no segundo momento da formação, os educadores foram divididos em grupos e abusaram da criatividade para planejar diversas atividades para os nossos estudantes.

Sobre Ana Tatit

Ana Tatit é professora no Instituto Singularidades. Mestre em Artes Plásticas pela FASM/SP, graduada em Licenciatura em Artes Visuais pela FAAP e professora no curso de Educação Artística da FASM/SP, desde 2007.

Foi professora durante doze anos na Escola Municipal de Iniciação Artística (EMIA/SP), atuou no Programa Escola Que Vale, pelo Cedac, e é autora do livro “300 Propostas de Artes Visuais”, Ed. Loyola; e da Coleção Brinco e Canto, Ed. Melhoramentos. Coordena o curso de pós-graduação latu sensu “A Arte de Ensinar Arte”, também no Singularidades, desde 2015. É professora do curso de Pedagogia do Instituto Singularidades desde 2008.

Institucional , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X