Área Restrita 2015

INFORMATIVOS

Acontece

Tudo o que acontece no Elvira

O Elvira valoriza a aquisição do conhecimento através de uma diversidade de situações, desafios e interações.

Fundamental II
O menino da Biblioteca
O menino da Biblioteca #1
O menino da Biblioteca #2
O menino da Biblioteca #3
O menino da Biblioteca #4
O menino da Biblioteca #5
O menino da Biblioteca #6
O menino da Biblioteca #7
O menino da Biblioteca #8
O menino da Biblioteca #9

O menino da Biblioteca

Os livros têm o poder de nos levar para outros universos ou nos fazer conhecer histórias da vida de algumas pessoas. Conforme vamos nos envolvendo na narrativa, a imaginação vai fazendo seu trabalho e passamos a formar as características dos personagens e dos espaços em nossa cabeça. Mas isso não acontece só com a história em si, por causa da  relação entre autor e leitores às vezes ser um pouco distante, esse escritor acaba se torna quase um personagem paralelo à história e é também pela imaginação que construímos quem é essa pessoa, o que a motivou a escrever o livro, como ela pensa e o quanto dela está naquela história. 
 
No entanto, na semana passada, o 6º ano teve a oportunidade incrível de poder direcionar todas essas perguntas e curiosidades diretamente para autor de Os meninos da biblioteca (Ed. Biruta), descobrindo, inclusive, que muito da vida do escritor João Luiz Marques era parte do livro. Na roda de conversa que formaram no auditório teve mãos esticadas esperando a vez para perguntar, olhares atentos, celulares direcionados para o autor registrando o momento e o livros abertos aguardando um autógrafo, formando um cenário onde era nítido perceber o encantamento dos estudantes ao conhecerem a pessoa que deu vida a obra que eles leram. 
 
E esse foi o desfecho de uma trajetória muito rica que a  professora de Língua Portuguesa Maria Clara Pitol promoveu em torno do livro. No primeiro passo do projeto, os estudantes testaram diferentes formas de leitura, algumas partes em grupo e outras individualmente. Finalizada o processo, eles conversaram, e em seguida foram separados em grupos para produzir um vídeo, onde tiverem que falar e comentar sobre Os meninos da biblioteca, como se tivessem um canal de crítica literária no YouTube. Foi a oportunidade de utilizarem recursos que são próximos ao cotidiano deles e  desenvolverem ainda outras habilidades ligadas a temática textual, como produção de roteiro para o vídeo.